sábado, 24 de setembro de 2016

Como é a gravidez de gêmeos vs como foi a minha gravidez de gêmeos

Ainda grávida li aqui sobre ''como é a gravidez de gêmeos'' e não consegui me identificar em quase nada! {diferentona}
8 meses de barriga, em uma viagem com a Academia de ballet da filha 
Então decidi comparar aqui trechos do texto original {que pode ser encontrado clicando no link acima}




''As técnicas de fertilização assistida são a principal causa do boom de barrigas dois-em-um nos dias de hoje''
Minha gravidez gemelar só não foi 100% natural por que estava tomando anticoncepcional quando engravidei!

''Os enjôos, o inchaço, a dificuldade para dormir, as alterações de humor e o ganho de peso costumam ser mais severos. ''
A gravidez das gêmeas, das 4 que tive foi sem dúvidas a mais saudável! Foi a que menos enjoei, não tive vômito nenhuma vez {exceto quando tive virose, no final da gravidez}

  "O corpo feminino reclama, afinal a natureza não o preparou para sustentar dois bebês ao mesmo tempo"
O que mais senti diferença foi a sobrecarga no soalho pélvico! {nos últimos dias} O aumento de peso foi praticamente o mesmo da gravidez do Natan {9 kgs na gravidez do Natan e 10kg na das gêmeas}

''As peculiaridades de dar à luz gêmeos começam bem antes de os bebês irem para casa, quando são necessários dois berços''
Não comprei dois berços, tinha um berço que era usado no ateliê e usei-o algumas poucas vezes para sonecas diurnas e algumas vezes para o primeiro sono da noite.... Fazemos cama compartilhada desde o primeiro dia de vida, onde no hospital, elas dormiram no meu braço, uma em cada lado! E assim mantemos até o dia de hoje, com quase 15 meses facilitando a amamentação noturna!

''dois colos''
Nem sempre tivemos dois colos por aqui!! A licença do pai durou 15 preciosos dias, e neles pude contar com dois braços a mais por 24h diárias, nem sempre eles embalavam as meninas... Por vezes eles me ajudavam com um copo de água no meio de uma mamada, ou lavando uma louça, preparando um alimento e inúmeras vezes me dando na boca enquanto eu amamentava! Esse colo extra, tive o prazer de compartilhar! Outros dois colinhos que foram {e ainda são} fundamentais foram os dos irmãos mais velhos! Mas nem sempre estavam disponíveis!

''fraldas que não acabam mais.''

Antes mesmo de engravidar eu conheci as fraldas de pano modernas, com elas economizo bastante em fralda! Praticamos higiene natural também, por conta da dificuldade de evacuar da Amanda nos primeiros dias de vida, foi uma opção que considerei importantíssima, apesar de não me cobrar tanto quando não consigo ''pegar'' os xixis e cocôs no vaso {ou penico}


"O médico precisa acompanhar mais de perto o desenvolvimento dos bebês e a saúde da gestante"
Iniciei o meu pré natal com 16 semanas {quando descobri a gravidez} das 16 às 36 semanas ia ao medico 1x ao mês! depois disso passei a ir de 15 em 15 dias e um dia antes delas nascerem haviamos combinado de eu ir 1x na semana.


 "O corpo feminino reclama, afinal a natureza não o preparou para sustentar dois bebês ao mesmo tempo"A única coisa que fiquei de diferente das demais gestações foi uma pequena hernia umbilical

''A grávida precisa estar preparada. Ou melhor, bem informada. Complicações como hipertensão, diabete, problemas renais e taquicardia são mais comuns quando se esperam gêmeos''

Realmente, a pré disposição à ter eclâmpsia falou mais alto, e acabei dando sinais de pré eclampsia durante a gestação das meninas, o que mais mudou foi o a retenção de líquidos, e consequentemente, o tamanho dos pés!


''E a necessidade de repouso também costuma ser precoce, surgindo lá pela vigésima semana de gestação. Isso porque, no caso desses bebês, há um alto risco de prematuridade.''
Trabalhei, dirigi, limpei a casa, tudo até o dia anterior ao nascimento das meninas, com 38 semanas

''Outra medida preventiva é aplicar uma dose de corticóides na mãe quando ela entra na vigésima oitava semana de gestação.''
Quando completei 32 semanas, fiz duas doses de corticóide para o amadurecimento do pulmão das meninas, como havia a probabilidade de nascerem prematuras achei prudente prevenir.

 "Para um parto normal, o ideal é que os dois bebês estejam de cabeça para baixo e que o primeiro da fila de saída seja o mais pesado... Como isso nem sempre acontece, atualmente, por medida de segurança, prefere-se que os gêmeos nasçam em cesariana. Mas não pense que o parto vai demorar o dobro do tempo. Serão quase os mesmíssimos 40 minutos de um nascimento único. É que os irmãos costumam vir ao mundo correndo um atrás do outro, com no máximo dois minutos de diferença.''
As meninas estavam pélvicas {sentadas} no dia anterior ao nascimento {na última consulta de pré natal} e a segunda gemelar virou, no dia de nascer, ficando de cabeça para baixo!

Como Amanda era a primeira gemelar a nascer, por que estava mais próxima do canal vaginal, e permanecia sentada, considerei a pouca experiência da equipe nesse tipo de parto em minha cidade e elas nasceram por uma cesariana intra parto {que acontece depois do trabalho de parto ativo} depois de pouco menos de 7 horas de uma das bolsas ter rompido. A cesariana durou mais ou menos o mesmo tempo do que as outras, e as meninas tem 40 segundos de diferença uma da outra...



Nenhum comentário:

Postar um comentário